O Circo Social que fazemos

O Circo é múltiplo e pode abranger mais de 33 modalidades centrais diferentes de ensino, capazes de estimular o fomento e a difusão cultural avançando na busca pelo empoderamento do conhecimento.

Para a aprendizagem integral do educando, a LONA DAS ARTES utiliza a dialógica do fazer Circo Social, com sustentação em três mastros: a cognição, a afetividade e o físico-motor.

A cognição, compreende a aprendizagem intelectual. A afetividade compreende a sensibilização e internalização de valores. O físico motor compreende o desenvolvimento físico como ferramenta. Cada um desses domínios tem diversos níveis de profundidade de aprendizagem.


Aprendizagem centrada no educando

O Plano educativo da LONA DAS ARTES por meio do Circo Social dispõe da cadeia cultural artística em seu ciclo criativo, produtivo e gestor que percebe o educando em seus vários aspectos e níveis da vida cognitiva, afetiva e físico motora. Com tal característica são prevista novas perspectivas para a construção de um ensino humanista centrada no educando que dispõem de um conjunto de imensuráveis possibilidades artísticas, seus campos e seus desdobramentos no cotidiano dos nossos educandos.


A Prática educativa do Circo Social
-

Visão Geral

As práticas do programa de circo social utilizam as artes do circo somada a outras linguagens artísticas (dança, teatro, música e literatura), como ferramentas pedagógica de expressão artística popular no processo de educação complementar para promoção da cidadania, transformação pessoal, crítica, social e exploração do conhecimento de mundo.

Dialogando com temas transversais Infância/Adolescência e Meio Ambiente; Cultura; Lazer, Ludicidade e Brincadeiras; Os jovens inscritos passarão por um aprendizado com diversas experiências relacionadas as principais artes do circo, como: malabarismo, dança, equilibrismo, teatralidade, dentre outras 33 modalidades que integram as artes do circo. Com aulas e atividades socioculturais e socioeducativas que além de terem o seu principal pilar de atuação, baseado nas artes do circo também contarão com atividades complementares, como: tecnologia, oficinas de montagem e produção de cenários e atividades de confecção de materiais.



Aprendizagem que faça sentido

A temática geradora proposta das Artes do Circo é a centralidade dos conhecimentos prévios como repertório e provocação da disposição do sujeito para relacionar o conhecimento e aprender.

As experiencias de realidade e saberes prévios do educando, irão dialogar com as linguagens artísticas adornando uma formação integral do educando para autonomia e cidadania. A partir desse ponto todos novos conhecimentos e idéias propostas pelo corpo educativo fazem sentido e irão se relacionar, ampliar e atualizar as informações prévias. Atribuindo assim novos significados a seus conhecimentos.

Conteúdos complementares de interação com a arte, consumo e pratica artística de interação substantiva e não arbitraria entre o novo conhecimento e o prévio conhecimento já existente pelas experiencias das atividades regulares favorecem o desenvolvimento de habilidades para analisar e interpretar manifestações artísticas e culturais, trazendo como resultado para os educandos o aprofundamento na construção de um posicionamento sobre experiências e processos criativos, artísticos e culturais. Tal negociação de conhecimentos proporcionados pela aprendizagem fazem sentido e permite atribuir significado ao conhecimento do educando.

Espetáculo de encerramentoCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image